Furtos e arrombamentos com mais frequências nos bairros

0
100

O furto de câmeras de segurança em Criciúma está sendo investigados pela Polícia Civil. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Ivaldo Gregório, as câmeras foram furtadas de estabelecimentos comerciais e escolas. O número de equipamentos subtraídos ainda não foi contabilizado. Porém, os crimes ocorreram nas proximidades do bairro Pinheirinho, em Criciúma. Segundo Gregório, já existe um suspeito por estar cometendo os atos. Porém, o delegado aguarda ainda os depoimentos das vítimas na delegacia.

“As testemunhas estão demorando um pouco para prestarem depoimento a respeito do caso”, conta. No fim de 2019, a incidência de roubos de celulares foi registrada no bairro Pinheirinho e no bairro Universitário. O suspeito de receptação desses objetos furtados foi preso pela Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil de Criciúma.

Os assaltos ocorriam, na maioria das vezes, por menores de idade. Eles levavam os equipamentos até o suspeito, que realizava o desbloqueio dos aparelhos para posterior venda dos celulares roubados. A Polícia Militar recomenda que o número 190 seja acionado caso o cidadão identifique suspeitos tentando furtar objetos. O crime de furto está previsto no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro. A pena varia de um a quatro anos de reclusão, além de multa.

Também em outros bairros da Cidade, os arrombamentos e assaltos estão deixando os moradores preocupados. Na última semana,  os moradores do bairro Santa Luzia passaram por momentos tensos com a ação de criminosos que invadiram vários estabelecimentos comerciais.

Suspeito preso

No fim de semana, a Polícia Militar prendeu um suspeito, já conhecido no meio policial por praticar furtos em escolas e estabelecimentos comerciais de Criciúma. Desta vez, a prisão aconteceu na manhã deste domingo, dia 19, na rua Arcângelo Meler, no bairro Pinheirinho. De acordo com informações da PM, no momento da abordagem ele estava em posse de objetos de procedência duvidosa e relatou ter furtado do Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Lapagesse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui